Perfil:
Cultura de Varzea Grande


Arquivos:

Amigos (0)::

POSTS

Gestores culturais de MT discutem a√ß√Ķes e pol√≠ticas p√ļblicas
24/03/2021 às 14:34

Integra√ß√£o, coopera√ß√£o e aprendizado marcaram o Encontro de Gestores de Cultura de Mato Grosso, realizado nesta ter√ßa-feira (23.03) via plataforma virtual. Promovida pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), a reuni√£o contou com a participa√ß√£o de gestores, secret√°rios, coordenadores e agentes p√ļblicos de quase todos os munic√≠pios mato-grossenses. Durante toda a manh√£, representantes da Secel e dos munic√≠pios conversaram sobre pol√≠ticas p√ļblicas de desenvolvimento da rede produtiva da cultura em Mato Grosso. Na pauta, o Plano Estadual de Cultura e as elei√ß√Ķes para o Conselho de Estado de Cultura e do Comit√™ Intergestores Bipartite, bem como tratativas sobre atividades em andamento e a serem realizadas. Os participantes, alguns dos quais iniciando neste ano na pasta de cultura por conta da renova√ß√£o de gest√Ķes municipais ap√≥s as elei√ß√Ķes, puderam conhecer conceitos, legisla√ß√Ķes e orienta√ß√Ķes sobre elementos que fazem parte das pol√≠ticas culturais. Patrim√īnio hist√≥rico, tombamento de bens nos munic√≠pios, economia criativa, bibliotecas p√ļblicas, descentraliza√ß√£o, incentivos de fomento e diversidade √©tnica e cultural foram alguns dos temas tratados no encontro online. Os gestores municipais tiveram acesso ainda ao planejamento da Secel para 2021, que inclui o lan√ßamento de editais e programas que contemplam a√ß√Ķes em todos os munic√≠pios do estado. Dentre as novidades compartilhadas est√£o a acelera√ß√£o de neg√≥cios criativos, restaura√ß√£o de bens tombados, revitaliza√ß√£o de bibliotecas, pontos de cultura, incentivos e eventos liter√°rios, e a reedi√ß√£o dos editais MT Nascentes e Circuito de Mostras e Festivais. De acordo com o superintendente de Pol√≠ticas Culturais da Secel, Jan Moura, o envolvimento dos munic√≠pios nas atividades estaduais e o amparo do Estado √†s demandas municipais ajudam a revigorar a rede produtiva cultural mato-grossense. Para Joilson Marcos superintendente da cultura da Secretaria de Educa√ß√Ęo de V√°rzea Grande, a reuni√£o trouxe, al√©m de informa√ß√Ķes e orienta√ß√Ķes, a certeza de que a integra√ß√£o funcionar√° como direcionamento na execu√ß√£o de suas pol√≠ticas culturais, conforme verbalizaram ao final do Encontro Estadual.

Comentários



Deputado defende que Cine Teatro seja nomeado de Adir Sodré
24/03/2021 às 14:13

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) utilizou a tribuna na sess√£o ordin√°ria da Assembleia Legislativa, para homenagear o artista pl√°stico Adir Sodr√©, que faleceu na segunda-feira (10) em decorr√™ncia de um infarto. O parlamentar defendeu a ideia de que o Cine Teatro, administrado pelo governo do estado e localizado em Cuiab√°, passe a ser chamado de Cine Teatro Adir Sodr√©. ‚ÄúFaremos essa homenagem simb√≥lica a este grande artista pl√°stico que tanto orgulhou Mato Grosso‚ÄĚ, disse. Enquanto prefeito de Cuiab√°, Wilson Santos nomeou Adir Sodr√© para o cargo de assessor t√©cnico da Secretaria Municipal de Cultura e considera que o artista pl√°stico foi pe√ßa fundamental no √™xito das pol√≠ticas p√ļblicas. ‚ÄúN√≥s revalorizamos a cultura pantaneira e oportunizamos ainda incentivos a diversas manifesta√ß√Ķes culturais, como o hip-hop, rasqueado e lambad√£o. No rock, surgiram grupos como Macaco Bong e o Vanguart‚ÄĚ, disse. Hist√≥ria do artista Adir Sodr√© de Souza participou de exposi√ß√Ķes coletivas organizadas pelo Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT. Participou tamb√©m, entre outras, das coletivas 'Como Vai Voc√™, Gera√ß√£o 80?', na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, em 1983, e Modernidade, Arte Brasileira no S√©culo XX, no Museu de Arte Moderna de Paris, em 1987. Produziu tamb√©m retratos de personalidades, partindo da reprodu√ß√£o fiel da fisionomia, mas fazendo uso do humor. Adir Sodr√© nasceu em Rondon√≥polis em 1962, mas passou quase toda a vida em Cuiab√°. As pinturas de Adir Sodr√© s√£o consideradas um registro da vida cotidiana nos bairros populares de Cuiab√° e tamb√©m da paisagem regional. Produziu obras com tem√°tica social de car√°ter irreverente. Em trabalhos da d√©cada posterior, revela admira√ß√£o pelo pintor franc√™s Henri Matisse, usando cores puras e elementos decorativos em obras nas quais o erotismo √© muito presente, como em Falos e Flores (1986) ou Orgia das Frutas (1987). As obras sempre foram recheadas de elementos exclusivos do seu estilo como a melancia-vagina, montanha-seios, p√™nis-borboletas, num transbordante processo de erotiza√ß√£o da natureza.

Comentários



Projeto cria incentivo a política cultural mato-grossense
24/03/2021 às 14:06

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) √© o autor do Projeto de Lei (PL 10/2021) que institui a pol√≠tica cultural mato-grossense. A proposta, lida em plen√°rio no dia 7 de janeiro desse ano, visa estimular a produ√ß√£o cultural pelos diversos n√ļcleos comunit√°rios. Dentre os objetivos, est√° o de garantir o exerc√≠cio dos direitos culturais aos cidad√£os com o efeito de meios e ferramentas necess√°rias para produzir, gerir e difundir suas iniciativas e ainda estimular o protagonismo social na elabora√ß√£o e gest√£o das pol√≠ticas p√ļblicas, proporcionando o acesso aos meios de produ√ß√£o e difus√£o. A proposta elenca entre os benef√≠cios de uma pol√≠tica cultural mato-grossense, a participa√ß√£o de jovens de todos os segmentos socioecon√īmicos, em especial, aqueles que se encontram em situa√ß√£o de risco e vulnerabilidade social na periferia dos centros urbanos e ainda a inser√ß√£o das comunidades ind√≠genas, quilombolas e rurais, agentes culturais, artistas, professores e grupos sociais que desenvolvam a√ß√Ķes comunit√°rios de cultura. ‚ÄúAo pretender criar um pol√≠tica p√ļblica, amplamente protegida pelo ordenamento constitucional, volta-se o olhar deste Parlamento para potencializar e riqueza e a diversidade cultural mato-grossense‚ÄĚ, justifica o parlamentar

Comentários



Deputados asseguram empenho para novos instrumentos musicais para a Banda da PM
24/03/2021 às 12:17

O Corpo Musical da Pol√≠cia Militar de Mato Grosso receber√° investimentos para aquisi√ß√£o de novos instrumentos musicais. Nesta segunda-feira (15), acompanhado do deputado Elizeu Nascimento (DC), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), recebeu representantes da banda da PM para tratar sobre o assunto na presid√™ncia. Oportunidade em que estiveram presentes o comandante geral, coronel PM Assis; o coordenador Militar da ALMT, coronel Henrique; o comandante do 10¬ļ BPM, tenente-coronel Dias; o assessor especial institucional, tenente-coronel Evane; o comandante do Corpo Musical, tenente Marcelo; os integrantes da banda sargentos Claudinei e Andrew. ‚ÄúTivemos satisfa√ß√£o de receber a banda da gloriosa Pol√≠cia Militar. A m√ļsica sempre √© bem-vinda, ajuda a alegrar os ambientes, como estamos aqui trabalhando hoje uma segunda-feira de carnaval. Quero agradecer e estamos fazendo o compromisso de auxiliar na troca dos equipamentos musicais que est√£o obsoletos‚ÄĚ, afirmou Botelho, ao destacar que investir nessa banda representa o fortalecimento da cultura mato-grossense. ‚ÄúRealmente √© uma grande a√ß√£o da nossa Assembleia Legislativa, atrav√©s do presidente Eduardo Botelho, do deputado Elizeu e demais deputados. Com certeza, a Pol√≠cia Militar estar√° sempre junto com a Casa de Leis e com a sociedade mato-grossense. Confiem na Pol√≠cia Militar!‚ÄĚ, destacou o coronel PM Assis. O deputado Elizeu tamb√©m estendeu o agradecimento. ‚ÄúA nossa gloriosa Pol√≠cia Militar avan√ßa pelo comando competente que tem, e o benef√≠cio vai chegar para avan√ßarmos. Muito obrigado presidente Botelho, comandante Assis e todos os policiais. Hoje, se faz justi√ßa √† Banda da Pol√≠cia Militar que vai receber novos instrumentos musicais atrav√©s da Assembleia Legislativa‚ÄĚ, afirmou Elizeu Nascimento. Trajet√≥ria ‚Äď Devido √† grande demanda, a Banda Musical passou a ser denominada de Corpo Musical da PMMT e declarada como Patrim√īnio Cultural de Natureza Imaterial de Mato Grosso, atrav√©s da lei n¬ļ 10.414 de 26 de Julho de 2016 de autoria do ent√£o deputado estadual Guilherme Maluf. Atende diversos eventos, como: formaturas militares, eventos oficiais do estado, cultos, missas, festas religiosas, eventos esportivos de diversas modalidades, inaugura√ß√Ķes, anivers√°rio de munic√≠pios, desfiles c√≠vicos, eventos de organiza√ß√Ķes n√£o governamentais, a√ß√Ķes sociais, dentre outros.

Comentários



MT prorroga prazos para execução de projetos
24/03/2021 às 11:58

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), alterou o cronograma dos editais estaduais da Lei Aldir Blanc. Com o termo de prorroga√ß√£o publicado no site da Secretaria, o prazo para execu√ß√£o e presta√ß√£o de contas das propostas selecionadas passa a ser de 180 dias a contar da data do repasse dos recursos. Pelo cronograma inicial, a maioria dos proponentes tinha at√© o dia 30 de abril para executar seus projetos e mais 30 dias para prestar contas. Agora, a data limite para execu√ß√£o das atividades passa ser final de julho, variando de acordo com o dia em que o dep√≥sito do valor foi efetivado, desde que a entrega dos documentos de presta√ß√£o de contas n√£o ultrapasse o per√≠odo de 180 dias estipulado no termo de prorroga√ß√£o. A medida considerou o agravamento da pandemia em 2021 e o estabelecimento de medidas ainda mais restritivas para conter a propaga√ß√£o do coronav√≠rus. Ainda se considerou os impactos econ√īmicos do setor produtivo da cultura ao ter suas atividades interrompidas desde mar√ßo de 2020 por conta dos esfor√ßos necess√°rios de distanciamento social. ‚ÄúConseguimos ampliar o prazo aos proponentes utilizando o per√≠odo que cabe √† Secretaria para os relat√≥rios. Enquanto aguardamos o governo federal se manifestar oficialmente quanto √† prorroga√ß√£o, queremos que a execu√ß√£o dos trabalhos seja feita com seguran√ßa e prote√ß√£o, da melhor forma poss√≠vel‚ÄĚ, explica o titular da Secel, Alberto Machado. Thank you for watching Para atualizar o calend√°rio de execu√ß√£o, os proponentes dos projetos selecionados n√£o precisam de pr√©via aprova√ß√£o por parte da comiss√£o de acompanhamento e fiscaliza√ß√£o, devendo somente apresentar cronograma atualizado no ato da presta√ß√£o de contas.

Comentários



Mostra Curta C√°ceres apresenta panorama do teatro mato-grossense no Youtube
23/03/2021 às 17:19

Dez cenas de teatro, apresentadas em audiovisual, ir√£o compor a Mostra Curta C√°ceres - Arte e Resist√™ncia, realizada entre os dias 25 e 28 de mar√ßo, no Youtube. A iniciativa, idealizada por agentes das artes c√™nicas da cidade, conhecida como a ‚Äúprincesinha do Pantanal‚ÄĚ, tem o objetivo de criar um espa√ßo de fomento e interc√Ęmbio de novos experimentos, tra√ßando um panorama contempor√Ęneo do teatro de Mato Grosso. Durante o festival virtual, o p√ļblico poder√° assistir a produ√ß√Ķes de diferentes tem√°ticas, t√©cnicas e estilos. De performance √† conta√ß√£o de hist√≥rias, teatro cl√°ssico e de sombras, s√£o com√©dias, adapta√ß√Ķes da literatura, dramas sociais e narrativas para todas as idades que divertem e promovem reflex√Ķes. Artistas independentes, integrantes da MT Escola de Teatro, do Theatro F√ļria e Grupo Penumbra, dos coletivos Spectrolab e CorpoAnu, os conterr√Ęneos do Teatro Plenil√ļnio e at√© um coletivo formado a partir do chamado da Mostra Curta C√°ceres, representam as diferentes gera√ß√Ķes das artes c√™nicas mato-grossenses. Os trabalhos foram selecionados entre dezenas de inscritos. ‚ÄúA gente tinha artistas de renome no estado, como a Alicce Oliveira e o Theatro F√ļria, a quem fazemos rever√™ncia. Ao mesmo tempo, muita gente com ‚Äėsangue no olho‚Äô, criando coisas incr√≠veis nesse per√≠odo de pandemia, com uma po√©tica fina, elevada. Um pessoal jovem que sabe lidar muito bem com o v√≠deo e as novas tecnologias‚ÄĚ, destaca o ator e diretor de teatro Benone Lopes, um dos membros da comiss√£o de sele√ß√£o da Mostra Curta C√°ceres. Na categoria Siriema, que contemplou cenas de 6 a 20 minutos, ser√£o exibidas: ‚ÄėZumbido no P√© do Ouvido‚Äô, ‚ÄėJo√£o Esperto Leva o Presente Certo‚Äô, ‚ÄėCora√ß√£o Delator‚Äô, ‚ÄėEm Um Quarto de Despejo‚Äô, ‚ÄėEu Chovo, Tu Choves no Cerrado‚Äô, ‚ÄėOito Anos de Casamento Grego‚Äô e ‚ÄėPara Sempre Fiel - Um conto de Nelson Rodrigues‚Äô. Na categoria Tuiui√ļ, de 21 a 50 minutos, as cenas ‚ÄėA Vila de Pantolux‚Äô e ‚ÄėTramando Esopo‚Äô. Com cinco minutos, ‚ÄėHomem-carro‚Äô foi a cena contemplada da categoria Tuiui√ļ. Thank you for watching ‚ÄúA curadoria ficou muito feliz com a qualidade dos trabalhos. Algumas produ√ß√Ķes que a gente j√° conhecia, mas o p√°reo foi duro. Era uma quantidade limitada de cenas que poder√≠amos selecionar e tamb√©m de destaques a fazer dentro das cenas selecionadas. Ent√£o a gente prezou muito pela diversidade. Foi mais ou menos esse o caminho que trilhamos, o de abrir o leque de maneira ampla, pensando onde poder√≠amos mostrar para o p√ļblico a oferta mais rica daqueles determinados quesitos‚ÄĚ, complementa Benone. Durante o evento, as produ√ß√Ķes concorrem aos trof√©us Destaque de Melhor Cena J√ļri Oficial, Ator/Performer, Dramaturgia Original, Dramaturgia Adaptada, Pesquisa, Dire√ß√£o, Sonoriza√ß√£o e Produ√ß√£o. E o p√ļblico ainda indicar√° a Melhor Cena por Voto Popular, atrav√©s de um formul√°rio dispon√≠vel na descri√ß√£o dos v√≠deos. Todas as cenas entram no ar √†s 19h e ficam dispon√≠veis at√© domingo (28.03), quando os vencedores ser√£o anunciados neste mesmo hor√°rio. Com a programa√ß√£o online e gratuita, o festival busca conectar aqueles que desenvolvem pesquisas no campo do teatro e performance, lan√ßando m√£o da criatividade ‚Äď e das tecnologias ‚Äď para driblar a crise que a pandemia instaurou. E al√©m de assegurar a sa√ļde de artistas e p√ļblico em tempos de covid-19, o formato tamb√©m permite a difus√£o das obras em n√≠vel nacional e internacional. A Mostra Curta C√°ceres √© realizada por meio do Edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). As cenas No primeiro dia de Mostra Curta C√°ceres, quinta-feira (25/03), o ator, bonequeiro e cen√≥grafo do coletivo Spectrolab, Douglas Peron, performa uma ‚Äúescultura h√≠brida‚ÄĚ como reflex√£o sobre a rela√ß√£o entre homem e m√°quina, em ‚ÄėHomem-carro‚Äô. J√° o cacerense Ismael Diniz, integrante do Teatro Plenil√ļnio e membro do coletivo O Levante em Cena, apresenta ‚ÄėPara Sempre Fiel‚Äô, uma adapta√ß√£o de um conto de Nelson Rodrigues. Com o veterano P√©ricles Anarkos, em cena desde 1998, o Theatro F√ļria d√° vida √†s fabulosas personagens dos contos do lend√°rio Esopo, o escravo s√°bio, a partir da manipula√ß√£o de objetos. No segundo dia de festival, sexta-feira (26/03), tem ‚ÄėZumbido no p√© do ouvido‚Äô, quebrando o sossego de um inusitado protagonista. A cena tem produ√ß√£o, ilumina√ß√£o, manipula√ß√£o e dramaturgia de Andr√© Moraes, estudante da MT Escola de Teatro. Na data, o Coletivo CorpoAnu convida o p√ļblico para uma aventura com m√ļsica, com√©dia e muita fofura em ‚ÄėEu chovo, tu choves no cerrado‚Äô. J√° a atriz Mell Mota, do Teatro Plenil√ļnio, apresenta um mon√≥logo que retrata trechos do livro ‚ÄėQuarto de despejo: diario de uma favelada‚Äô, de Carolina Maria de Jesus. Em ‚ÄėOito anos de casamento grego‚Äô, Arnaldo, Felipe e L√ļcio vivem um relacionamento poliamoroso na pandemia. A cena, que tamb√©m ser√° exibida na sexta, foi criada por tr√™s atores, amigos de longa data, a partir do chamado da Mostra Curta C√°ceres, sendo a primeira produ√ß√£o do coletivo em constru√ß√£o. J√° no s√°bado (27/03), terceiro dia de mostra, a atriz e escritora Alicce Oliveira narra hist√≥rias de ‚ÄėJo√£o esperto leva o presente certo‚Äô, de Candance Fleming (Editora Farol). O grupo Penumbra, por sua vez, exibe a ‚ÄėA Vila de Pantolux‚Äô, um teatro de sombras contempor√Ęneo com hist√≥ria inspirada no impacto da Usina Hidrel√©trica do Manso em uma comunidade de Chapada dos Guimar√£es. Neste dia de Mostra Curta C√°ceres, Luis Guilherme tamb√©m apresenta uma adapta√ß√£o do Teatro Plenil√ļnio de Cora√ß√£o Delator, um conto de Edgar Allan Poe sobre a trag√©dia de um homem que n√£o suportava o olho cego de um velho. Programa√ß√£o Quinta-feira (25.03) - A partir das 19h Abertura oficial Homem-carro (Coletivo Spectrolab) Para sempre fiel - um conto de Nelson Rodrigues (Teatro Plenil√ļnio) Tramando Esopo (Theatro F√ļria) Sexta-feira (26.03) - A partir das 19h Zumbido no p√© do ouvido (Andr√© Moraes) Eu chovo, tu choves no cerrado (Coletivo CorpoAnu) Oito anos de casamento grego (Andr√© Fer√≥li, Eric Bruno e Geovane Rodrigues) Em um quarto de despejo (Teatro Plenil√ļnio) S√°bado (27.03) - A partir das 19h Jo√£o esperto leva o presente certo (Alicce Oliveira) A vila de pantolux (Grupo Pun√ļmbra) Cora√ß√£o Delator (Teatro Plenil√ļnio) Domingo (28.03) - √Äs 19h Divulga√ß√£o dos destaques Encerramento

Comentários



Plataforma digital das famílias da Casa Barão de Melgaço ganha reforço
23/03/2021 às 17:14

Em processo de execu√ß√£o para lan√ßamento em abril, o projeto Plataforma Digital das Fam√≠lias da Casa Bar√£o de Melga√ßo est√° sendo desenvolvido com equipamentos de √ļltima gera√ß√£o, locados recentemente para qualificar o trabalho de digitaliza√ß√£o dos documentos e demais imagens que integram o acervo. Datado da segunda metade do s√©culo XIX at√© a segunda do s√©culo XX, o precioso acervo cont√©m documentos pessoais e familiares, produ√ß√Ķes intelectuais in√©ditas e j√° publicadas, e fotografias que pertenceram √†s fam√≠lias Mendon√ßa, de Estev√£o e Rubens, e Rodrigues, de Firmo e Dunga. Os documentos fazem parte do arquivo da Casa Bar√£o de Melga√ßo e contam a hist√≥ria dos ilustres membros do Instituto Hist√≥rico e Geogr√°fico de Mato Grosso e da Academia Mato-grossense de Letras. Com a aprova√ß√£o do projeto no edital MT Criativo promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) com recursos da Lei Aldir Blanc, em breve o acervo ser√° disponibilizado digitalmente na √≠ntegra, possibilitando seu acesso a todos os interessados. Instalados na sala inferior da varanda da Casa Bar√£o de Melga√ßo, os equipamentos locados ir√£o garantir a qualidade dos documentos digitalizados, oferecendo aos pesquisadores o conte√ļdo em alta resolu√ß√£o, todo catalogado e com a inser√ß√£o de palavras-chaves que facilitar√£o as pesquisas. ‚ÄúO objetivo desse esfor√ßo √© o de tornar as informa√ß√Ķes em imagens de alta qualidade, a fim de que o consulente possa reproduzir as imagens, aproveitando-as em seus trabalhos‚ÄĚ, afirma a idealizadora do projeto, a professora doutora Elizabeth Madureira Siqueira. Thank you for watching A professora explica ainda que cada fam√≠lia est√° dividida em grupos facilitadores de pesquisa, que incluem: documentos pessoais, documentos de fam√≠lia, produ√ß√£o intelectual (original e publicadas), universo de interesse e fotografias. Na plataforma digital, os pesquisadores poder√£o acessar diretamente os acervos das fam√≠lias, acionando os grupos facilitadores e os documentos formatados em pdf. "Esperamos, com isso, que sejam desenvolvidos mais estudos cient√≠ficos sobre Mato Grosso, sua produ√ß√£o intelectual e personalidades ligadas √† sua trajet√≥ria‚ÄĚ, destaca Elizabeth.

Comentários



Artista de MT transforma peças resgatadas do lixo em obras
23/03/2021 às 17:12

O artista Ol√≠mpio Bezerra que mora em Cuiab√° transformou pe√ßas resgatadas do lixo em obras de arte. Ele fez v√°rias obras com materiais que haviam sido descartados, como peda√ßos de madeiras, objetos e partes de m√≥veis. Portas de arm√°rio, cabeceiras de cama e discos de vinil. Nas pe√ßas, o autodidata retrata o tempo em que viveu no interior de S√£o Paulo, onde nasceu. A finalidade do artista √© retratar a inf√Ęncia dele no campo e as mem√≥rias da √©poca. Por outro lado, o artista tamb√©m estimula a consci√™ncia ambiental. As obras fazem parte de uma exposi√ß√£o chamada "Lembran√ßas", que vai ser apresentada no Cine Teatro, em Cuiab√°. A exibi√ß√£o vai seguir os protocolos sanit√°rios e limitada a 30 pessoas. Al√©m de √°lcool gel dispon√≠veis, ser√° realizada a aferi√ß√£o de temperatura com term√īmetro infravermelho e o uso de m√°scaras √© obrigat√≥rio. A mostra foi selecionada em edital da Lei Aldir Blanc, idealizado pelo Governo de Mato Grosso, via Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer (Secel-MT) em parceria com o Governo Federal, via Secretaria Nacional de Cultura do Minist√©rio do Turismo. Thank you for watching O teatro vai estar aberto para visita√ß√£o entre os dias 1¬ļ e 15 de abril. De segunda a sexta-feira, das 10h √†s 18h e aos s√°bados, das 9h √†s 12h. Ol√≠mpio dos Santos Bezerra √© artista pl√°stico h√° 30 anos e a primeira exposi√ß√£o aconteceu em 1977, com a participa√ß√£o no Sal√£o de Embu, em S√£o Paulo, onde recebeu men√ß√£o honrosa. Autodidata, natural de Ara√ßatuba, em S√£o Paulo, possui v√°rios pr√™mios e medalhas. As obras possuem diferentes suportes e formatos evidenciando n√£o s√≥ o interior de S√£o Paulo, mas tamb√©m o interior de Mato Grosso, em imagens que espalham alegria e cores intensas.

Comentários



Memórias da Casa de Bem-Bem poderão ser revisitadas em site
23/03/2021 às 17:03

O projeto Encaixotando hist√≥rias da Casa de Bem-Bem ser√° lan√ßado em formato digital nesta quarta-feira (24.03), √†s 19h. O p√ļblico ter√° acesso a tr√™s apresenta√ß√Ķes de Teatro Miniatura, um document√°rio e uma exposi√ß√£o fotogr√°fica no site oficial do projeto. Em raz√£o da pandemia do novo coronav√≠rus, optou-se pela adequa√ß√£o ao contexto virtual. O projeto foi selecionado no Edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). Al√©m das pe√ßas de Teatro Miniatura, conhecido como Teatro Lambe-Lambe modalidade de teatro de formas animadas que acontece dentro de uma caixa, o site ir√° abrigar um curta-metragem h√≠brido, abordando todo o itiner√°rio do projeto, desde as pesquisas arqueol√≥gicas at√© as express√Ķes art√≠sticas. E os visitantes ainda poder√£o conferir uma exposi√ß√£o composta por registros fotogr√°ficos do casar√£o, da funda√ß√£o aos dias atuais. Estar√£o expostas 100 imagens cedidas por amigos e familiares de Constan√ßa Figueiredo Palma, a saudosa Dona Bem-Bem. ‚ÄúEncaixotando hist√≥rias da Casa de Bem-Bem‚ÄĚ √© fruto de uma parceria entre a Cia P√© de Pano e o Instituto Homem Brasileiro (IHB). ‚ÄúA ideia √© fomentar a valoriza√ß√£o do patrim√īnio material, representado pelo casar√£o, e do patrim√īnio imaterial, relacionado aos festejos e √† mem√≥ria, atrav√©s de formas l√ļdicas e art√≠sticas‚ÄĚ, explica a artista-pesquisadora e proponente do projeto Liudmila Diaz. Hist√≥rias das caixas As narrativas de cada caixa comp√Ķem, juntas, uma linha cronol√≥gica acerca deste importante patrim√īnio mato-grossense. E al√©m da perspectiva temporal, tamb√©m podem ser divididas, respectivamente, em tr√™s eixos tem√°ticos: fam√≠lia; festejo e desabamentos/reconstru√ß√£o. A dramaturgia fez uso de ditos populares proferidos com frequ√™ncia por antigos moradores e visitantes. Ali√°s, as personagens foram batizadas com nomes de pessoas que frequentavam a casa, como por exemplo as irm√£s de Dona Bem-Bem. O objetivo √© tentar reconstituir a ess√™ncia do local a partir de elementos significativos e simb√≥licos. ‚ÄúA gente tenta, de alguma forma, devolver a mem√≥ria da fam√≠lia‚ÄĚ, relata Liudmila. As caixas foram criadas em processo colaborativo decorrente de pesquisa coordenada por membros do IHB. O resultado desta pesquisa foi apresentado aos caixeiros e estes tiveram autonomia para criar suas hist√≥rias dentro dos respectivos recortes temporais/tem√°ticos do projeto. Casa de Bem-Bem O casar√£o em estilo colonial, tipicamente cuiabano, √© conhecido como um dos mais tradicionais de Cuiab√° e est√° situado na antiga Rua do Campo, atual Bar√£o de Melga√ßo. Figura ilustre da sociedade cuiabana, Dona Bem-Bem foi anfitri√£ de diversas festas nas d√©cadas de 70 e 80, principalmente as festividades de S√£o Benedito. A constru√ß√£o e seu contexto externo, quintal com mangueiras e outras √°rvores, s√£o testemunhos de fragmentos da hist√≥ria mato-grossense. O casar√£o √© uma singular representa√ß√£o de patrim√īnios materiais e imateriais que resistem ao tempo. A Casa foi tombada pelo Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional (IPHAN) como Patrim√īnio Hist√≥rico. Servi√ßo Inaugura√ß√£o do site ‚ÄúEncaixotando hist√≥rias da Casa de Bem-Bem‚ÄĚ Data: 24 de mar√ßo de 2021 (quarta-feira), √†s 19h Link: http://historiasdebembem.com.br/home/ Atra√ß√Ķes: Apresenta√ß√Ķes de Teatro Miniatura, document√°rio em curta-metragem e exposi√ß√£o fotogr√°fica

Comentários



Prefeito homenageia mulheres com entrega de flores
23/03/2021 às 16:55

Todas as servidoras da Prefeitura Municipal de V√°rzea Grande foram recepcionadas com flores, neste 08 de mar√ßo, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. Esta foi a maneira do prefeito Kalil Baracat homenagear todas as funcion√°rias que atuam nas mais diversas frentes de trabalho, e que t√™m papel fundamental n√£o s√≥ na vida pol√≠tica do munic√≠pio, mas tamb√©m na transforma√ß√£o de toda uma sociedade. ‚ÄúUm gesto de delicadeza com tudo o que elas representam e que de fato merecem. Independente do setor em que atuam, t√™m papel importante na constru√ß√£o de uma V√°rzea Grande melhor para toda a gente, s√£o mulheres pioneiras, mentoras e grandes l√≠deres que nos inspiram‚ÄĚ, disse o prefeito. Kalil Baracat enalteceu a participa√ß√£o das mulheres nas a√ß√Ķes de fortalecimento de v√≠nculos, de a√ß√Ķes humanit√°rias e na constru√ß√£o de pol√≠ticas p√ļblicas que v√£o ao encontro dos anseios da popula√ß√£o. ‚ÄúMinha av√≥ Sarita Baracat foi a primeira prefeita de V√°rzea Grande e atuou nos anos de 1967 a 1970, um per√≠odo marcado por conquistas uma vez que a pol√≠tica era exercida na maioria das vezes pelo sexo masculino. Outra gestora de destaque foi a prefeita Lucimar Campos, que at√© pouco tempo comandava com altivez a Prefeitura de V√°rzea Grande e que tamb√©m deixou o seu legado‚ÄĚ, destacou. O prefeito tamb√©m enalteceu a participa√ß√£o de valorosas mulheres que tem participa√ß√£o ativa em sua vida, que s√£o importantes e que compartilham o seu dia a dia. ‚ÄúA minha m√£e, irm√£, minha esposa e filha merecem todo o amor, o meu respeito e a minha dedica√ß√£o, porque elas fazem parte da minha vida e que caminham comigo em todos os momentos e s√£o meu porto seguro‚ÄĚ. Para a servidora Maria Gon√ßalina de Campos, que h√° mais de 30 anos atua na Prefeitura de V√°rzea Grande, ‚Äúo reconhecimento do prefeito nesta data - que al√©m de comemora√ß√£o √© tamb√©m de luta por respeito √† mulher ‚Äď aliada a esse momento em que o pa√≠s sofre com tantas not√≠cias ruins em decorr√™ncia dessa pandemia, receber flores nos deixa feliz. Essa √© uma demonstra√ß√£o de carinho que o prefeito est√° nos dando e s√≥ temos a agradecer‚ÄĚ. MAIS COMEMORA√á√ēES: A Guarda Municipal de V√°rzea Grande saiu nesta segunda-feira (08) para mais uma opera√ß√£o, por√©m a blitz n√£o teve como prop√≥sito autuar motoristas em situa√ß√£o irregular, mas presentear as mulheres com palavras de carinho e respeito, al√©m da entrega de rosas. A a√ß√£o, que ocorreu durante toda a manh√£ na Avenida Couto Magalh√£es, teve como prop√≥sito comemorar o Dia Internacional das Mulheres. De acordo com o Comandante Geral da Guarda Municipal, Alisson Baracat Salgado, a a√ß√£o foi uma forma de homenagear as motoristas e pedestres que passavam pelo local. ‚ÄúEssa √© uma das datas mais importantes do calend√°rio, e que devem ser lembradas, n√£o s√≥ neste dia 8 de mar√ßo, mas em todo o ano. Vale lembrar que temos no nosso efetivo, v√°rias mulheres que atuam em todos os setores que comp√Ķem a pasta. S√£o mulheres valorosas que realizam o seu trabalho com dedica√ß√£o e que possuem um olhar diferenciado para cada situa√ß√£o, seja conflito ou concilia√ß√£o‚ÄĚ.

Comentários



Secretaria vai trabalhar difusão e valorização da cultura várzea-grandense
23/03/2021 às 16:36

Fomentar e difundir a cultura v√°rzea-grandense. Esse √© planejamento da Secretaria Municipal de Educa√ß√£o, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel), por meio da Superintend√™ncia de Cultura, para o ano de 2021. Est√£o inclu√≠das a√ß√Ķes da Banda Municipal, dos trabalhos da Casa de Arte, com a amplia√ß√£o de pontos de apoio aos artes√£os, e o lan√ßamento de um livro sobre a hist√≥ria de V√°rzea Grande. Conforme o superintendente de Cultura da Secretaria de Educa√ß√£o, Joilson Marcos da Silva, V√°rzea Grande tem uma popula√ß√£o de quase 300 mil habitantes e, para atingir todas as comunidades, a estrat√©gia √© trabalhar em pontos por regi√£o. ‚ÄúQueremos fomentar a cultura de alguns distritos, como Passagem da Concei√ß√£o, Bom Sucesso, Formigueiro, entre outros, que s√£o comunidades com uma religiosidade muito forte e cultura rica, como exemplo da ‚Äėreza cantada‚Äô, tradi√ß√£o que ainda se mant√©m viva em algumas localidades. Temos que valorizar e fazer com que o povo valorize tamb√©m‚ÄĚ. Joilson Marcos ressalta que a Superintend√™ncia de Cultura est√° recebendo total apoio do prefeito Kalil Baracat, do vice-prefeito Jos√© Hazama e do secret√°rio Silvio Fidelis, que o deixaram √† vontade para fazer um trabalho s√©rio e voltado para as comunidades. ‚ÄúNeste momento delicado em que a sociedade est√° passando √© necess√°rio que a cultura trabalhe a autoestima do povo v√°rzea-grandense, levando n√£o somente a arte, a m√ļsica e a dan√ßa, mas levando tamb√©m um pouco de sonhos e alegria para amenizar o sofrimento da sociedade v√°rzea-grandense e daqueles que por aqui passam‚ÄĚ, ressaltou o superintendente, acrescentando que pretendem tamb√©m levar √†s pra√ßas pe√ßas de teatros, apresenta√ß√Ķes musicais e de dan√ßa, incluindo a capoeira. ‚ÄúQueremos valorizar esse tipo de a√ß√£o cultural‚ÄĚ. Outra a√ß√£o que est√° no planejamento e no calend√°rio municipal s√£o as apresenta√ß√Ķes e eventos na Orla da Alameda, que √© um ponto tur√≠stico e cultural de V√°rzea Grande que comporta uma variedade de eventos e apresenta√ß√Ķes culturais. ‚ÄúN√≥s temos um projeto social chamado Anjos da Lata que vamos levar, juntamente com a banda, para apresenta√ß√Ķes nesse local‚ÄĚ. A superintend√™ncia tamb√©m tem o papel de acompanhar os projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc, que prev√™ aux√≠lio financeiro para o setor cultural. Banda Municipal Criada em 1984, a Banda Municipal passou a ser patrim√īnio imaterial e cultural de V√°rzea Grande em 2020, na gest√£o da ent√£o prefeita Lucimar Campos, fazendo jus ao seu valor hist√≥rico e cultural. A Banda √© respons√°vel por levar a arte da m√ļsica para a popula√ß√£o v√°rzea-grandense. Em 2021, as apresenta√ß√Ķes da Banda Municipal no terminal Andr√© Maggi ter√£o continuidade, pois √© uma das a√ß√Ķes que t√™m a aprova√ß√£o da popula√ß√£o. Uma vez por m√™s, a banda estar√° se apresentando no terminal para levar um pouco da arte e da m√ļsica para as pessoas. ‚ÄúA banda tem a fun√ß√£o de fazer a integra√ß√£o entre o poder p√ļblico e a popula√ß√£o, principalmente √†quelas comunidades que n√£o t√™m acesso √† arte e √† cultura. O terminal √© um ponto central onde todos os dias passam muitas pessoas em deslocamento para v√°rios bairros da cidade e Cuiab√°‚ÄĚ, ressalta o superintendente. Uma parceria com o V√°rzea Grande Shopping tamb√©m vai proporcionar outro ponto para apresenta√ß√£o da Banda Municipal. ‚ÄúQueremos fazer algo de forma inovadora. Vamos convidar uma institui√ß√£o, que trabalha com a cultura e √© parceira da Prefeitura, para fazer apresenta√ß√Ķes juntamente com a banda, como um grupo de bal√©, por exemplo‚ÄĚ. A previs√£o √© que essas apresenta√ß√Ķes se iniciem neste m√™s de mar√ßo, por√©m, vai depender da situa√ß√£o da pandemia, revelou o superintendente. Livro sobre a hist√≥ria de V√°rzea Grande No pr√≥ximo dia 15 de maio, V√°rzea Grande completar√° 154 anos de funda√ß√£o e, como parte dos festejos do seu anivers√°rio, ser√° lan√ßado um livro sobre a hist√≥ria do munic√≠pio. ‚ÄúVamos resgatar a hist√≥ria de quem fez por essa cidade, ou seja, valorizar as pessoas que ajudaram a construir V√°rzea Grande. S√£o muitos anos de hist√≥ria que n√≥s do setor cultural temos por obriga√ß√£o valorizar e deixar vivo na mem√≥ria do povo v√°rzea-grandense e quem mais por aqui passar‚ÄĚ, observa o superintendente. Casa de Artes A Casa de Artes, localizada na Avenida Couto Magalh√£es, √© um ponto de apoio para quem trabalha com artesanato e pode deixar l√° seus produtos para comercializar. No shopping de V√°rzea Grande tamb√©m tem um ponto de apoio para os comerciantes artes√£os. No m√™s de maio, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Econ√īmico e Turismo, ser√° inaugurado outro ponto de apoio aos artes√£os localizado no Aeroporto Internacional Marechal Rondon. A Casa de Arte tamb√©m oferta v√°rios cursos gratuitos para a popula√ß√£o, entre eles, aulas de bal√©, viol√£o, pintura e croch√™. Nesse momento, os cursos est√£o suspensos por conta da pandemia, mas assim que for poss√≠vel voltar√° a atender a popula√ß√£o. Joilson Marcos lembra que Mato Grosso tem uma cultura riqu√≠ssima e o Pantanal faz parte dessa cultura por meio de suas belas paisagens da flora e da fauna. ‚ÄúAs rendeiras confeccionam as suas redes, que s√£o patrim√īnio de V√°rzea Grande, com as figuras da on√ßa pintada, do jacar√© e do tuiui√ļ, transformando cada fio em arte‚ÄĚ, destaca Joilson Marcos.

Comentários



Secel promove Encontro Estadual de Gestores de Cultura
23/03/2021 às 16:34

Ap√≥s um per√≠odo suspenso devido √† pandemia, o Encontro de Gestores de Cultura de Mato Grosso ser√° realizado em formato diferenciado neste ano. Para garantir o distanciamento social, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) promover√° a reuni√£o por meio de plataforma virtual, nesta ter√ßa-feira (23.03), das 9h √†s 13h. S√£o convidados gestores, secret√°rios, coordenadores e agentes p√ļblicos culturais de todos os munic√≠pios mato-grossenses. O Encontro tem como objetivo a apresenta√ß√£o das pol√≠ticas culturais do Governo do Estado em 2021, bem como o compartilhamento de referenciais, experi√™ncias e propostas entre os entes federativos. A programa√ß√£o sucinta buscar√° debater de forma objetiva os assuntos e desafios da rede produtiva da cultura em Mato Grosso. Para come√ßar, a palestra ‚ÄėAs Dimens√Ķes da Cultura e o Trabalho do Gestor‚Äô trar√° um recorte de v√°rias a√ß√Ķes de fomento cultural abordando √°reas de pol√≠ticas p√ļblicas, economia criativa e patrim√īnio hist√≥rico e cultural. Os encontros t√™m ainda dimens√£o preparat√≥ria para a V Confer√™ncia Estadual de Cultura, importante inst√Ęncia de participa√ß√£o social que visa propor diretrizes, estrat√©gias, programas e a√ß√Ķes para as pol√≠ticas culturais. Neste ano, tamb√©m estar√£o em destaque o Plano Estadual de Cultura e as elei√ß√Ķes para o Conselho de Estado de Cultura e do Comit√™ Intergestores Bipartite. ‚ÄúVamos bater um papo muito bacana sobre pol√≠ticas culturais. Temos assuntos importantes para apresentar e conversar, al√©m disso, muitos gestores est√£o chegando agora para atua√ß√£o nas pastas da cultura. Ser√° um encontro que visa assegurar esfor√ßo integrado para potencializar o setor cultural em todo o estado‚ÄĚ, destaca o titular da Secel, Alberto Machado.

Comentários